Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

NOTÍCIAS

Reunião do Forcri debate déficit na Polícia Civil

O déficit na Polícia Civil de Santa Catarina e, principalmente, na corporação de Criciúma, foi a pauta prevalente na reunião do Fórum de Entidades de Criciúma (Forcri), na noite dessa quinta-feira, 05 de maio. Com menos da metade do efetivo disponível em nível estadual, o atendimento à população, assim como a investigação criminal, acabam sendo prejudicados.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Tiago Marangoni, esteve no encontro representando a entidade e destacou a importância do assunto. “Recebemos as demandas da Polícia Civil e estamos atuando fortemente para que o problema seja resolvido o quanto antes. O Estado precisa urgentemente de um novo concurso. Enquanto isso, as pessoas que passaram no último devem ser chamadas para amenizar este quadro”, enfatiza.

O quadro de policiais de Santa Catarina deveria, em tese, ser de 5.329 mil, entre agentes e escrivães. No entanto, hoje conta com apenas 3.027 mil, totalizando 56% do que prevê a leis que institui as carreiras. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ideal seria ter ao menos um policial para cada 1 mil habitantes, porém, na atual situação, há um policial para cada 3.150 mil habitantes.

COMPARTILHE:

Share on pinterest
Share on facebook
Share on twitter

Mais lidas

Perspectivas de melhora ou de crise no varejo? Discussão pauta mais uma edição do Café de Ideias

Associados participam de almoço com a diretoria

CDL Criciúma presente na 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Para mais informações sobre quais tipos de cookies você pode encontrar nesse site, acesse “Definições de cookies”. Ao clicar em “Aceitar todos os cookies”, você aceita o uso dos cookies desse site
Definições de cookies
whatsapp-icon

Publicar Vaga

Você precisar fazer login para enviar uma vaga de emprego.