Novembro Azul – Apoie esta causa! - Notícias

Página inicial Promoções Banco de Empregos Telefone/Fax(48) 3431.2100
  • Compartilhe nosso site

Notícias

Notícias da CDL

Novembro Azul – Apoie esta causa!
Novembro Azul – Apoie esta causa! 01 de novembro de 2018

Novembro é o mês de conscientização focado na saúde do homem e especialmente na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. A exemplo do Outubro Rosa, o movimento lojista também apoia a divulgação do Novembro Azul e incentiva seus associados a decorarem suas lojas, vitrines e fachadas com motivos de cor azul ao longo de todo o mês. Participe e apoie esta causa você também. A FCDL/SC produziu uma campanha especial sobre a causa que pode ser baixada gratuitamente no link https://www.fcdl-sc.org.br/projeto/novembro-azul/.

 

Sobre o câncer de Próstata:

 

A PRÓSTATA

 

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É um órgão muito pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.

 

INCIDÊNCIA:


No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o quarto tipo mais comum no mundo e o segundo mais incidente entre os homens.

 

CÂNCER DE PRÓSTATA EM NÚMEROS:


Em sua fase inicial, o câncer da próstata tem uma evolução silenciosa. Por isso, as sociedades médicas recomendam que homens a partir dos 50 anos de idade façam o exame de próstata anualmente, e acima dos 45, caso esteja inserido nos fatores de risco. Para 2018, o INCA (Instituto Nacional de Câncer) prevê a descoberta de 68.220 novos casos do câncer de próstata.

 

PREVENÇÃO E FATORES DE RISCO:

 

Há 90% de cura se o câncer de próstata detectado precocemente. Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, se espalhando para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³ ) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Homens acima dos 50 anos, com histórico da doença na família, obesidade ou sobrepeso estão dentro dos fatores de risco para a doença. Além de realizar exames periodicamente para prevenir, alguns hábitos podem ser adotados como forma de se precaver, como alimentação saudável, ausência de vícios e prática regular de atividade física.

 

Fontes: Inca e Instituto Lado a Lado pela Vida